domingo, 10 de julho de 2016

pobres poetas

As incertezas e o amor
as paixões e desilusões,
as dores d'alma...
Pobres poetas!
Se alimentam de sentimentos
com sabor de sofrimento.
Mas são só  momentos,
hora muda,
tudo floresce e some o breu...
E essa dor que doi como ferida
muda a vida,
E ele, coloca mais tinta
e segue a escrever...
Mesmo porque a insónia
persiste ele tem que viver.

Gilliard





Nenhum comentário:

PoemasVersosPoesias

PoemasVersosPoesias
A origem da vida...é o ciclo em movimento.

Esse Blog é para os amantes da poesia ,versos e poemas

Minha foto
ELDORADO DO SUL, RGS, Brazil
Um escritor que vive no anonimato Graduado em gestão imobiliária e licenciado em Geografia.