quinta-feira, 5 de março de 2009

O CORAÇÃO DO POETA



É COMO SE FOSSE UM LAGO ADORMECIDO,






SÓ CRIA ONDAS COM UM VENTO VARRIDO...




SUAS DORES SILENCIAM NA IMENSIDÃO DO NOTURNO




COMO SE FOSSEM AS FORÇAS DE NETUNO...




ORA CALMO, ORA AGITADO


ORA, SEM RUMO




COM VENTOS DE OUTRORA...











Gilliard Quadrado Xavier

Um comentário:

Pedagoga Daiane disse...

Adoro seu blog, tem um selinho especial para você. Passa lá no meu cantinho: novapedagogia.zip.net
Sucesso e paz!!!! Daiane

PoemasVersosPoesias

PoemasVersosPoesias
A origem da vida...é o ciclo em movimento.

Esse Blog é para os amantes da poesia ,versos e poemas

Minha foto
ELDORADO DO SUL, RGS, Brazil
Um escritor que vive no anonimato Graduado em gestão imobiliária e licenciado em Geografia.