segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

meu pensamento me condena

meu pensamento me condena
 quando penso em você
sinto as vezes até vontade de morrer...
mas não ,
essa paixão vai alem da vida.
fecho os olhos e penso,
 e só você que vem como uma doença que me mata aos poucos, sem saída,
pois minha vida é pensar em você..
as vezes duro e acordo pensando
em como seria,
 e vem a realidade essa doi,
 fere e machuca e fica a saudade,
 E que o tempo passe o e vento vire
 eu volte a te ver...
 Esses são os momentos
 que realmente importante
 e me fazem sonhar
com o amanhã
junto com você...





Gilliard Xavier

domingo, 30 de novembro de 2014

o passageiro


A vida é uma novela,
 que quando você menos espera
 ela se rebela e perde a cena
e você fica na espera
 e perde o trem,
outrora outro vem,
 que pena...

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Água Chiada

Este chimarrão que sirvo agora

com esta água chiada

com esta erva  quase virada

por mais de hora, cevo sozinho...

Penso, na distância e como te alcançar-te a cuia

te homenageio minha mãe

com estas singelas palavras, com esse mate,

mesmo a distância a nos separar, agora 

chimarrearemos outrora

em outras caminhadas ou 

quando refazer o mate...

Estas palavras foram ressaltadas no último dias das Mães...


Gilliard Xavier

domingo, 23 de março de 2014

Amor ao relento

Quero envolve lá em meus braços
 para a proteger do vento
quero seu corpo mais um tempo
Quero teus lábios,
Quero teu todo,
Sinto o quebrar das ondas na
 maestria do mar
Iluminadas pelo luar
Seu corpo meu corpo
O orvalho nosso leito
Vejo o brilho de teus olhos,
 teus cabelos ao vento,
 pois só agora acredito esse momento é real...
A noite vai se sumindo,
E esse a amor fatal me ameaça
Me deixa imune as vezes ate me pune
Mas hoje, é, o agora, eu, você  e as
 ondas ate o chegar da Aurora...

Gilliard Xavier

terça-feira, 11 de março de 2014

maremoto




Os mares se agitam


O vento faz sua parte,

Os corações batem


Eo amor é cumplice ...




domingo, 9 de março de 2014

você vai lembrar de mim!

Não sei o que faço
para parar de sofrer
 o peito aperta
o coração doí
E eu aqui nesse quarto escuro...
Sem você
Fico vendo as fotos,
escutando as musicas
 chego a aspirando seu perfume
exalamdo no ar
Estou imune a esse amor...
Que você quando foi
 só deixou  dor..
Mas você vai lembrar de mim
quando seu telefone  tocar,
 quando a tarde passar
 e você vai estar sozinha
vai caminhar do quarto para cozinha
e não me ver na casa vazia...
mas assim estamos
cada um para um lado
sofrendo calados,
eu pensando em você
 e você lembrando de mim...

sábado, 18 de janeiro de 2014

Amor e poesia



Sou tão feliz ao seu lado
que nem penso o que na vida há de errado
se às vezes sou calado
 é por estar pensando em você
ou fazer, algo que te surpreenda
Conto as horas quando longe estou,
 para te ver,
vivo meus dias pensando em fazer
 poemas e serenatas...
tudo para minha amada,
 que fica esperando me na porta
 quando minha chegada...
Às vezes, sou tão seu,
que acabo esqueço-me de mim
sou assim,
uma metade de amor e
 outra de poesia...





sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

A lua e o sol: O amor impossível

não cruze meu caminho
 pois tem espinhos e você pode se ferir
mesmo espinhos não ferindo as rosas
tenho medo de sofrer ou de fazer sofrer

nada tenho que eu possa te oferecer,
a sombra da solidão me acompanha
se fundiu a meus sentimentos
deixando um vazio no peito

 Eu não tenho tempo para amar
 mas vejo o luar, e penso como foi um dia,
fico em meu delírio...
pois a lua e o sol não podem se encontrar.



PoemasVersosPoesias

PoemasVersosPoesias
A origem da vida...é o ciclo em movimento.

Esse Blog é para os amantes da poesia ,versos e poemas

Minha foto
ELDORADO DO SUL, RGS, Brazil
Um escritor que vive no anonimato Graduado em gestão imobiliária e licenciado em Geografia.